Neste breve artigo irei explicar sobre as taxas e impostos que incidem nos títulos pois tenho recebido essas perguntas dos leitores pelo formulário de contato, funciona da seguinte forma:

As Taxas do Tesouro na compra são: apenas a taxa do agente de custódia se houver no ato da compra e 0,30% para a BM&FBovespa ao ano, além da taxa do agente de custódia, todas as taxas aplicadas sobre o valor do título.  Se a taxa no semestre não chegar a R$ 10,00 então o valor não é cobrado e se aguarda acumular por mais um semestre, então se o valor mínimo da taxa for alcançado ela é descontada do título.

As Taxas do Tesouro na venda são: 0,1% para a CBLC, taxa do agente de custódia e IOF se vender em menos de 30 dias, todos incidindo sobre o valor do título e também o imposto de renda (decrescente pelo tempo) sobre o rendimento do título conforme abaixo:

  • 22,5% para aplicações com prazo de até 180 dias;
  • 20,0% para aplicações com prazo de 181 até 360 dias;
  • 17,5% para aplicações com prazo de 361 até 720 dias;
  • 15,0% para aplicações com prazo acima de 720 dias;

 

Os cálculos de taxas anuais para serem utilizados em contas nas planilhas são os seguintes:

  • Para taxa da BM&FBOVESPA:

=(((Quantidade * Valor do Título no Extrato)*((1+0,003)^(1/365)-1)

  • Para taxa dos Agentes de Custódia:

=(((Quantidade *  Valor do Título no Extrato )*((1+X%)^(1/365)-1)

Onde X é o percentual cobrado ao ano pelo agente de custódia em questão.

 

Para auxiliar nessas contas criei uma planilha simples que calcula o rendimento do título acumulado por mês já retirando as taxas e impostos, desconsiderando a reaplicação:

Download tabela de rentabilidade do Tesouro Direto comparado a Poupança nova: 

Clique Aqui! (Office 2007 ou Superior) ou  Clique Aqui! (Office 2003 ou Inferior)

 

É importante lembrar que ao fazer as simulações deve se levar em conta que o Tesouro Direto antes do vencimento do título não garante a renda bruta ao ano! Portanto essa rentabilidade poderá ser inferior ou superior aos juros informados na compra do título, enquanto a poupança dependerá da taxa atual da Selic e do TR acumulado do ano. Na planilha a TR é retirada do valor acumulado do ano no site do Banco Central do Brasil e a Selic deve ser informada manualmente, assim como o valor investido, o prazo e a taxa de juros bruta ao ano do título.

 

Invista em você!