Resolvi fazer esse post separado com a rentabilidade da carteira ao longo de 2014 para detalhar melhor os ativos acumulados e as operações, conforme escrevi no post da Carteira de Dezembro de 2014.

Nesse quadro abaixo estão os ativos finais da carteira e suas rentabilidades em 2014, de acordo com o preço médio de aquisição:

Balanço Carteira General 2014

Os dividendos estão desbalanceados por conta de compras posteriores ao recebimento de parte deles, servem para demonstrar quanto contribuíram para a valorização do ativo relacionado.

No ano de 2014 tivemos uma volatilidade gigante com diversos eventos contribuindo para isso como manifestações, Copa do Mundo, Eleições e racionamento não divulgado no estado de São Paulo. Muitas ações vinculadas ao Governo sofreram bastante e ainda estão sofrendo até o momento que escrevo esse post, isso se deve principalmente pela falta de transparência de suas contas e que insistem em manter obscuras para o investidor, criando assim uma desconfiança e falta de credibilidade na economia brasileira.

A estratégia na Carteira General se modificou bastante durante 2014 visando principalmente menor volatilidade e maior fluxo de caixa, trocando ações por fundos imobiliários que agora representam cerca de 70% da carteira.

Com essas mudanças a carteira gerou uma renda de 5,42% sobre o valor total durante o ano com aluguéis, dividendos e cupons. Esses rendimentos foram integralmente reinvestidos em ativos descontados conforme foram recebidos, não necessariamente nos mesmos ativos que pagaram os proventos.

Houve uma diminuição considerável nos números de ações que faziam a composição da carteira e as operações do ano foram:

Ações Carteira 2014

As rentabilidades acumuladas do ano de 2014 da carteira ficaram da seguinte forma:

Rentabilidade Carteira 2014

 

 

 

Taxa Selic acumulada em 2014: 11,70%

Inflação (IPCA) acumulada em 2014: 6,41%

Ibovespa (IBOV) acumulado em 2014: -2,91%