Este é o Ranking de Rentabilidade de Setembro, representado no gráfico abaixo (Para melhor visualização clique na imagem):  
No Ranking de Rentabilidade deste mês tivemos uma mescla de altas e baixas fortes nas carteiras e alguns fecharam com valor zerado por falta de informação da carteira no mês como podem ver segundo a legenda que deixei no gráfico para poder explicar as marcações.

Neste mês não tivemos alterações ou exclusões de investidores, porque o Ranking para 2012 já foi fechado, guardei os nomes dos novos interessados para 2013. Mês que vem talvez seja excluída a Mulher Investidora que sumiu da blogosfera já tem dois meses, espero que ela volte porque mesmo sem atualizar está segurando as posições.

Informei as mudanças de colocação com setas a pedido dos leitores: Roxa significa que a posição está inalterada, Azul significa que subiu posições e Vermelha que caiu posições.

Farei os comentários sobre cada investidor e manterei os comentários sempre que não houver grandes mudanças, porém peço que visitem o blog de cada um e estudem suas estratégias, comentem, opinem e vamos formar uma comunidade unida de finanças! Os que não comentar aqui provavelmente irei comentar abaixo nos melhores do mês.  🙂

 

Geração 65: Sua carteira permanece em 100% alocado na Bolsa e apanhou um pouco pela alta exposição em elétricas mas aos poucos está equilibrando este setor e permanece no pódio anual mostrando a força de sua diversificação.

Viver de Renda: Sua alocação de ativos está fixa em seu blog, possui Large caps, small caps, Fundos de investimento imobiliários e  CDB’s, não sei se continuará postando seus ativos de forma detalhada mas seria muito interessante, por enquanto notei que apenas colocou sua forma de alocar que está em 33,33% para cada setor de Bolsa, FII e Renda Fixa.

Além da Poupança: Uma das melhores carteiras da blogosfera e sempre muito bem detalhada, neste mês sofreu uma pequena queda por consequência ainda da exposição em elétricas ser considerável em sua carteira e também da amada Cielo que por medo de intervenção governamental no setor sofreu uma boa queda.

Max Invest: Uma carteira muito bem diversificada, possui os principais ETF’s no setor de Bolsa, debêntures do BNDES, imóveis, previdência privada, títulos do tesouro e ainda um rendimento de um empreendimento, mas precisa ainda detalhar um pouco sobre essa empresa porque não sei explicar sobre esse ativo.

Holding Scott: Sua carteira está composta pelos FII que são cotados como melhores pagadores do período, empresas sólidas nas ações individuais que proporcionam rendimentos elevados e consistentes.

Investidor Troll: Não atualizou a carteira até o momento da publicação.

Bons Dividendos: Tem uma carteira muito robusta, foi montada principalmente com a venda de um imóvel se aproveitando do boom imobiliário, na minha opinião foi uma decisão muito acertada, investe em ações individuais, fundos imobiliários, poupança, LCI e imóveis para aluguel, carteira bem focada no setor imobiliário mas que por isso fornece um retorno mensal extraordinário.

Aposentando em 2038: Sua carteira é muito parecida com a minha, tem ETF’s, fundos imobiliários e tesouro direto, os princípios da alocação de ativos.  Ficou com uma rentabilidade bem melhor que a minha, porque não foi maluco de mexer com opções.

Mulher Investidora: Não atualizou a carteira até o momento da publicação.

General Investidor: Possuo ETF’s no setor de Bolsa alocado em SMAL11 e PIBB11, fundos imobiliários de diversos ramos focando tipos de tijolos, Tesouro direto atrelado ao IPCA e a Selic, tentando melhorar o rendimento da carteira operando opções de PETR4 que tiveram uma brusca queda e derrubaram o rendimento da carteira.

Jovem Investidora: Possui uma carteira bem segura e com ganhos bons e constantes, investe em fundos de renda fixa, LCI, CDB, poupança e Tesouro.

Ganhando Muito: Assim como eu, um estudioso da Alocação de Ativos e que aos poucos está montando uma carteira bem sólida e melhorou bastante seu aporte neste mês, ficou negativo por ter subscrito cotas que ainda não foram entregues de um FII.

Corey: Totalmente exposto na renda fixa com LCI, CDB, poupança e Fundos imobiliários que ajudaram a melhorar sua rentabilidade. Está estudando ativos de renda variável e logo me parece que entrará para buscar seu lugar no pódio com seus grandes aportes poderá diversificar rapidamente em Bolsa.

Eike Rico: Trader assumido que utiliza as notícias, Análise Técnica e movimentos do mercado em suas operações, opera principalmente com swing trade, diminuiu o risco de suas operações com uma sólida alocação em poupança e Tesouro Direto.

Ostra: Já é uma experiente investidora do mercado com uma carteira de ações bem diversificada e também possui diversificação em ouro, poupança e outras rendas fixas.  Neste mês o ouro foi considerado a melhor aplicação novamente e sua carteira foi salva por este ativo, porque está bem exposta a elétrica e bancos que tiveram um mês conturbado, apesar de que no fim do mês as elétricas se recuperaram um pouco.

Baby Ostra: Essa menina  de apenas 12 anos de idade fez excelentes escolhas em suas primeiras ações, sua carteira está composta de GETI4 e CSMG3 mas neste mês teve uma queda alta por conta das revisões tarifárias e boatos de concessões, está tranquila porque tem muitos anos ainda para gerenciar seu risco.

Pobretão de Vida Ruim: Está 100% alocado em ELPL4 e o restante em poupança pois é praticante do timing, segura com frieza a queda da ação e pensa em baixar o preço médio para segurá-la por mais 10 ou 20 anos, ainda terá que atravessar uma revisão tarifária que virá este ano e uma notícia de encerramento de concessões mas pelo que dizem apenas em 2023. Esse mês se recuperou um pouco pela reversão da Eletropaulo para cima.

Investidor Sardinha: Estava All-in em FJTA4 ação que vem subindo muito desde janeiro compondo em 65% a carteira e recentemente diversificou um pouco sua carteira em algumas ações Small Caps, primeira vez que não aparece nos melhores do mês.

Investidor Alternativo: Investe em ações individuais aos poucos e faz longas análises sobre elas, tesouro direto, renda fixa e uma cota de fundo imobiliário para experimento.

Futuro Milionário: Teve uma boa rentabilidade ainda utilizando o método de saques do valor total do patrimônio,  sua carteira é formada por empresas sem dívidas e com caixa robusto, aumentou sua exposição em Eternit que luta por conta do amianto no Brasil e essa aposta poderá trazer uma alavancagem em sua carteira no médio prazo.

 

Ranking de Rentabilidade Mensal:

 

1º Lugar do Mês:  O Estagiário

Bem exposto a fundos imobiliários que proporcionam um bom rendimento mensal, opera opções principalmente de BVMF3 da qual está altamente posicionado no setor de Bolsa, foi o primeiro colocado do mês por causa dos seus fundos imobiliários que tiveram os preços inflados por conta da subscrição em BCFF11B e FEXC11B.

2º Lugar do Mês: O Investidorr

Possui ações de empresas individuais, um fundo imobiliário e dois fundos de renda fixa, sua carteira tende a se diversificar com o tempo porque neste momento seu capital ainda é pequeno e qualquer aporte já o coloca em exposição grande em determinadas ações, teve uma alta pela recuperação das ELPL4 e VALE5 que compõe juntas metade de sua carteira em Bolsa.

3º Lugar do Mês: O Idiota
Essa carteira está totalmente exposta em Bolsa porém em ações que o mercado vem castigando demais como PETR4, ELPL4 e USIM5, teve uma rentabilidade excelente neste mês e demonstra que quando os investidores fundamentalistas atuam no mercado os preços de ações deterioradas tendem a subir rapidamente.

 

Ranking de Rentabilidade Anual:

 

1º Lugar do Ano:  Investidor Sardinha

  • Rentabilidade Bruta de 57,04%

2º Lugar do Ano: Futuro Milionário

  • Rentabilidade Bruta de 21,91%

3º Lugar do Ano: Investidor Alternativo

  • Rentabilidade Bruta de 18,07%