A questão que quero propor para vocês, investidores iniciantes, é esta que está no título deste artigo: Quando começar a investir?

Muitas pessoas enviam emails ou questionam pessoalmente sobre como investir ou indicam possuir alguma quantia que gostariam de fazer crescer, utilizar para comprar algum bem ou ter segurança na aposentadoria, isso é louvável e com certeza um grande passo, tendo em vista que esse não é um hábito comum para a sociedade e realidade brasileira, o povo do aqui e agora.

Quando começar investir?

No entanto, a questão que vejo não é como investir, mas quando… Cheguei a uma conclusão neste momento de que investir em um aumento do aporte é uma solução muito melhor do que procurar ativos onde não se fará aportes decentes e muito menos constantes, porque investir dessa forma não leva a resultados satisfatórios. Vou ilustrar de forma simples com um exemplo prático o que quero que vocês entendam com esse texto.

Um trabalhador que recebe líquido 1 mil reais por mês e faz um enorme esforço para investir 10% do seu salário, vai investir a quantia de 100 reais por mês, o que é um bom valor para começar, sem dúvidas é melhor do que não fazer nada, porém não é uma quantia que vai mudar sua vida no tempo que esse investidor gostaria, em uma simulação rápida de 100 reais por mês investidos a uma taxa real de 0.5% ao mês, na poupança onde provavelmente um investidor com esse perfil vai fazer seu pé de meia, teremos os valores:

  • Tempo de investimento: 10 anos
  • Valor investido: R$ 100 reais por mês
  • Total acumulado no período: R$ 16.469,87
  • Rendimento por mês atual: R$ 81,94

Podemos notar que foi um bom valor levantado, no entanto não é algo que pode ajudar em uma aposentadoria ou na compra de um imóvel, talvez de um carro popular semi-novo… Não seria um prêmio atraente para conseguir após dez anos de investimento, sejamos sinceros. Então o que esse investidor poderia fazer?

Esse investidor deve investir na força do seu aporte mensal, seja cursando uma faculdade se essa levar para o objetivo de uma oportunidade melhor de carreira, seja ampliando seu estoque ou melhorando o marketing se for um empreendedor iniciante ou fazendo cursos específicos em áreas onde a mão de obra é escassa e com isso obtendo ganhos muito acima do mercado.

Caso esse investidor, após investir em sua carreira, obtenha agora um salário de 2 mil reais líquidos e continue com seu antigo estilo de vida, agora poderá investir 1 mil reais por mês e a situação fica mais interessante, já teria uma maior variedade de opções de investimento, no entanto para ficar mais justo vou simular com as mesmas condições da primeira situação:

  • Tempo de investimento: 10 anos
  • Valor investido: R$ 1.000 reais por mês
  • Total acumulado no período: R$ 164.698,74
  • Rendimento por mês atual: R$ 819,40

Talvez essa pessoa tenha demorado uns 2 anos para chegar nesse nível de salário, após começar uma faculdade ou terminar um curso especializado, enfim… No final do mesmo período a diferença é enorme e valeu a pena, o rendimento mensal já é maior que o salário mínimo e ele poderá apenas reinvestir o rendimento sem ter que aportar mais nada ou utilizar o rendimento para ajudar na parcela de um imóvel ou de um aluguel da sua casa.

 

Você pode simular suas próprias aplicações em investimentos através da calculadora que desenvolvemos para o blog, especialmente aos nossos visitantes e totalmente gratuita!

Calculadora de Investimentos

 

Então o que posso concluir é que devemos investir sim e sempre, mas avaliando o longo prazo e  os objetivos, pois a força dos aportes e do investimento pessoal são elementos indispensáveis para um investidor iniciante.