Investir não é uma tarefa fácil e ainda por cima costuma ser uma tarefa solitária, porque no fim das contas é você que deve tomar a decisão de onde colocar o seu dinheiro. E antes dessa decisão ser tomada costumamos ler centenas de livros, artigos, opiniões, notícias e ter muitas conversas.

Em alguns casos o cenário está tão ruim e as opiniões divergem tanto que os investidores cometem uma autossabotagem em seus investimentos, criando hipóteses de que se tivesse gastado o dinheiro em vez de ter feito essas escolhas seria mais feliz ou se deixasse tudo na poupança seria melhor do que perder tempo alocando os recursos nos investimentos conforme fez durante o tempo que investiu.

Esse sentimento de que está perdido nos investimentos é muito comum em tempos de Mercado em baixa, recessões e crises políticas.

Perdido nos investimentos investidor

É o que passamos hoje no Brasil e isso assusta até os investidores mais experientes que não conseguem filtrar a chuva de péssimas notícias que caem sobre suas cabeças, imagine então os iniciantes que estão começando agora e já encontram milhares de obstáculos para dar o primeiro passo.

Investir em Renda Fixa ou Renda Variável?

Dentre os assuntos do momento temos em debate a renda fixa (Tesouro Direto, LCI, LCA e CDB) contra a renda variável (Ações e Fundos Imobiliários), essas discussões aumentam quando temos juros muito altos como o que vemos hoje no Brasil.

O que deve ser levado em conta é o seu objetivo nos investimentos nesse momento: acumular capital ou usufruir desse capital? Dependendo da resposta uma estratégia faz mais sentido do que outras, mesmo que o rendimento no fim seja menor.

Fuja dos rótulos!

Será que se intitular como um Holder ou um Trader não te deixa em uma zona de conforto? Um lugar seguro que te permite apagar seus erros com base nessas palavras…

“Quando um trade dá errado e resolvo segurar a ação ou fundo, me torno um Holder, agora se dá certo eu sou Trader e continuo com as operações”.

E quando uma Ação, Fundo Imobiliário ou título não faz mais sentido para minha estratégia e vendo esse ativo, então agora sou trader e não mais holder?

Você deve ter muita cautela com os rótulos e evitar que esses nomes o impeçam de formar uma tática que o deixe seguro, se limitando a uma ideia quase que utópica de que no mercado só existem essas duas figuras.

Seja fiel ao seu Objetivo

O importante que considero é que você seja fiel ao seu objetivo, seja de adquirir um bem, pagar uma dívida, gerar renda extra para complementar a aposentadoria ou de atingir a independência financeira, porque durante o percurso é normal que sua estratégia mude diversas vezes e seria até estranho se ela não mudar.

Avaliar dados do passado e imaginar se tivesse colocado o dinheiro aqui ou ali não é uma atividade saudável de ser praticada, essa energia pode ser melhor empenhada em avaliar o momento atual da sua carteira e do Mercado como um todo, fazer uma expectativa pessoal do futuro desses ativos e não postergar suas atitudes.

Ficar apenas olhando e reclamando das infinitas possibilidades que poderiam acontecer não levará a nenhum resultado positivo, é melhor tomar as rédeas do seu futuro e conduzir os seus investimentos.

E você, vai ficar apenas observando a crise ou vai buscar uma oportunidade?