Esse é um tema que acredito nunca ter falado por aqui, no General Investidor, e apesar de ser um termo bem conhecido pelos investidores, poucos sabem realmente como funciona o mercado Forex.

A pedido do leitor Alexandre Veiga, estou criando um guia completo e definitivo sobre essa estratégia com moedas estrangeiras.

Escrevi outros guias aqui também, como o do Aluguel de Ações e o de Opções sobre Ações, excelentes para entender as estratégias de Long & Short ou de hedge, proteção do capital.

E se você tem interesse em saber o que é o Forex, se podemos operar Forex no Brasil, como se ganhar com essas operações, suas vantagens e desvantagens, leia esse artigo até o final para aprender tudo o que tem para saber e decidir se é algo que funciona para o seu perfil.

O que é Forex?

Forex é a abreviação de Foreign Exchange Market, também conhecido pela sigla FX. Esse é um mercado relativamente novo, criado em 1971 e que movimenta bilhões de dólares todos os dias.

O Forex funciona 24 horas por dia durante a semana, iniciando as 22h do Domingo e encerrando as 22h da sexta-feira, por isso, o volume de negociações é muito alto e frenético.

Investir no mercado Forex é bem diferente de um investimento na Bolsa de Valores, são operações entre várias instituições financeiras e os ativos são as principais moedas utilizadas pelo mundo, como dólar, euro e iene.

Como funciona o Forex na prática?

Uma operação no mercado Forex consiste basicamente na compra de uma moeda e na venda, simultânea, de outra moeda.

O objetivo de quem investe nesse mercado é o de ganhar na valorização de uma moeda sobre a desvalorização da outra, chamamos a primeira de moeda base e a segunda de moeda cotada.

Um exemplo prático, para ficar melhor de entender essa complexa estratégia.

Você acredita que o Dólar vai se valorizar sobre o Real, então sua moeda base é o Real e a sua moeda cotada é o Dólar.

O Real (BRL) será representado por 1,00, por ser a moeda base e o Dólar (USD) será representado por sua cotação nesse momento contra o Real, por exemplo, R$ 3,39.

Um BRL dividido por um USD, teremos 1,00 dividido por 3,39, o resultado é de 0,29.

O seu investimento será de R$ 1000, comprando o equivalente a 290 dólares.

Nesse cenário o seu ganho vai ocorrer caso o Dólar fique acima de 3,39 e você perde se ele ficar abaixo de 3,39.

Vamos imaginar que o Dólar, em alguns minutos, subiu para 3,50, e você optou por finalizar sua operação, realizando lucro.

Seu resultado final foi de R$ 1015, para chegar nesse resultado a conta será de 290 dólares vezes 3,50.

O lucro dessa operação foi de R$ 15.

Por ser um mercado muito volátil, com altas e baixas a cada segundo, as perdas e os ganhos podem ser enormes, inclusive perder todo o seu dinheiro investido em pouco tempo ou até dobrar o capital no mesmo dia.

Mais um exemplo, agora com uma operação de Euro sobre Dólar, para que você entenda a dinâmica desse mercado.

Exemplo Forex

Fonte: CVM

É um investimento considerado bastante arriscado e não deve ser praticado por iniciantes, você precisa ter tempo para acompanhar as cotações e tomar decisões rapidamente.

Quais os riscos do Forex?

Por operar moedas, esse é um mercado muito inconstante e que sobe ou desce com grande velocidade, podendo fazer o investidor perder altas somas em pouco tempo.

 

Fora esse risco, inerente de mercados de renda variável, existem vários problemas por ser um mercado sem a devida regularização, como os que listo abaixo:

  • Sem registro na CVM, não há garantias de que a corretora ou o corretor exista, podendo o investidor ser vítima de uma fraude.
  • Em caso de cair em um golpe, o investidor terá enorme dificuldade de localizar o autor do crime.
  • Os seus dados podem cair nas mãos de empresas que agem de forma ilícita.
  • Por falta de regularização, o investidor deve se atentar para as regras específicas de cada corretora que podem incluir uma quantidade mínima para saques, correndo o risco de não sacar o seu dinheiro.

No Brasil não existe, atualmente, nenhuma corretora credenciada pela CVM para operar no Forex e, portanto, nenhum investimento nesse mercado é regularizado para nós brasileiros.

O Forex é ilegal no Brasil?

Esse é um mercado que existe virtualmente, onde se opera por ordens via telefone ou internet, por isso é possível para um brasileiro abrir uma conta no exterior e fazer esse tipo de investimento, como qualquer outro investimento fora do Brasil.

O investidor que decidir investir no Forex, no entanto, deve cumprir com todas as normas do Banco Central do Brasil e procurar uma corretora devidamente credenciada e regularizada, em seu país de origem, para atuar nessa atividade.

A captação de clientes no Brasil, por outro lado, é ilegal. Digo isso, pois no momento que escrevo e atualizo o artigo, não existe registro de nenhuma corretora brasileira regularizada pela CVM para exercer essa atividade em nosso país.

Portanto, se você quer investir em Forex, deverá buscar uma corretora estrangeira regularizada para isso e abrir uma conta por lá.

Como investir no Forex?

Para investir nesse mercado, primeiramente você deve buscar uma corretora sólida e confiável em países com uma regularização forte como EUA ou Reino Unido.

Após abrir sua conta corretora em uma instituição estrangeira, deverá fazer transferências internacionais para começar a operar.

Decida quais os papéis que deseja investir, como Real, Dólar, Euro ou Iene, sendo o primeiro sua moeda base e o segundo a moeda cotada, que deverá se valorizar sobre a base para que ocorra o lucro.

Compre então o par da moeda base e da moeda cotada, por exemplo, BRL/USD ou JPY/USD, avaliando o melhor momento para embolsar o lucro ou realizar o prejuízo, no tempo que você definir.

Quem investe no mercado Forex?

Como falei no começo do artigo, esse é um mercado que movimenta bilhões e até trilhões, diariamente, por isso os players desse mercado são grandes.

Os principais envolvidos no Forex são os bancos centrais, bancos comerciais e instituições financeiras, em seguida os fundos de hedge, investidores pessoa-física e empresas que querem fazer uma proteção do seu capital em moeda estrangeira.

Alternativas ao Forex

Uma opção para você que quer fazer um hedge com moedas ou que deseja investir em um mercado muito volátil, como o Forex, mas não quer correr os riscos da regularização, a solução pode ser o Mercado Futuro.

No Mercado Futuro é possível operar contratos de dólar ou os contratos de mini-dólar, onde se investe apostando na alta ou na baixa da moeda.

Esse é um investimento também muito arriscado, mas que possui diversas corretoras regularizadas na CVM para operação e também fornece um investimento menor, no caso dos mini-contratos de dólar.

Espero que tenha te ajudado a entender melhor o Forex e que tenha esclarecido sobre esse complexo tema, que é pouco abordado aqui no Brasil, por conta da ilegalidade na captação de clientes.

Se achar útil e fizer sentido para você, compartilhe com seus amigos e amigas, os ajude a também compreender sobre o Forex, seus riscos, vantagens e desvantagens.