No mês de março tivemos mais movimentações na Carteira General, seguindo a estratégia de liquidar as posições em ETF para migrar para as ações individuais, já não existe participação no ETF PIBB11 como poderá ser visto nos gráficos abaixo e ainda existe uma boa participação em SMAL11 que pretendo liquidar mais para frente, agora irei comprar as ações apenas com os aportes mensais.

A carteira fechou com uma rentabilidade positiva e acima do Ibovespa que encerrou o mês de março com rentabilidade negativa de -1,87%. A teoria que havia dito anteriormente sobre as taxas e impostos que pago sobre a movimentação da carteira realmente é válida e se confirmou neste mês, todos os ativos que compõem a carteira fecharam com pequena valorização e como movimentei mais do que de costume as taxas corroeram essa valorização, afinal a carteira ainda tem um valor muito pequeno.  

Alocacao-Ativos-03-2013

No mês de Março realizei as seguintes operações:

  • Vendas de ETF: SMAL11 e PIBB11

  • Compras de Ações: BBAS3, VIGR3, VALE5, TEMP3 e GGBR3

  • Compras de Fundos Imobiliários: VLOL11 e FVBI11B

A carteira está diversificada conforme tabela e imagens abaixo por setores e ativos:

Alocacao-Setor-03-2013

Continuo aplicando os mesmos critérios de escolha para as ações: dívida baixa em comparação aos ativos, ativo circulante maior que passivo circulante, crescimento constante e uma consideração pessoal sobre os produtos das empresas, esse critério não existe nos livros e sinceramente acho que é um dos mais válidos, maior que os números é a sua experiência própria de vida quanto aquele setor e produto, esse critério utilizei para escolher a Vigor (VIGR3). As empresas Vale (VALE5) e Gerdau (GGBR3) estava mirando havia um bom tempo, aproveitei a queda acentuada para encarteirá-las, a última foge bastante da avaliação fundamentalista e resolvi arriscar mesmo assim pois acredito na força dessa empresa no longo prazo, apesar dos indicativos atuais não serem tão atrativos. O Banco do Brasil (BBAS3) ficou extremamente atraente pelos indicativos e só não deve disparar porque é controlado pelo Governo que impõe certo risco na ação e se não podemos contra eles, então vamos nos juntar. A Tempo Assist (TEMP3) é a ação que estou apaixonado no momento, tem indicativos saudáveis, crescimento constante, ampla diversificação de serviços e produtos, possui vários contratos com o Governo por licitações ganhas, transparência nos dados da empresa e clareza nos balanços, pena que a liquidez não é muito boa e quando comprei fiz a cotação disparar 4%, rs.

Os fundos imobiliários gosto de aumentar posição naqueles que estão tendo uma desvalorização sem fundamento, aproveito a queda e compro para me beneficiar dos aluguéis mensais, foi o caso destas escolhas de março. E não devo comprar novos fundos imobiliários durante este ano, apenas aumentar posição nos que já estão em carteira.

Acoes-03-2013

FII-03-2013

RF-03-2013

As compras ou vendas que descrevo aqui não devem ser copiadas, cada investidor possui um perfil e estilo próprio, minhas escolhas podem não ser as melhores para o seu perfil. Não sou um profissional do mercado de valores, apenas um investidor que está iniciando esta jornada com vocês em busca da independência financeira.

 

Resumindo a Carteira General de Março

Dividendos das Ações, Aluguéis dos FII e Cupons do Tesouro Direto : +0,19%

Despesas com corretagens e impostos: -0,22%

Rentabilidade no Mês: +0,47%

 

Os dados foram retificados pois não havia colocado o total correto de papéis da TEMP3 em carteira pois o post havia sido programado para ser postado e por isso ficou sem revisão, peço desculpas pelo enorme equívoco, pois como podem ver a Carteira General fechou com valor positivo e não negativo como escrito anteriormente.

 

Obs.: O Ranking de Rentabilidade será postado na data de 05 de Abril de 2013 e gostaria que atualizassem até lá seus blogs ou enviassem por e-mail a rentabilidade do mês.

 

Invista em você!

General Investidor - Clique aqui e curta nossa página no Facebook