Mais um mês extremamente parado, na área política fica esse chove e não molha, no dia a dia mesma coisa, porque a água de São Paulo está acabando, está dureza e ninguém dá a mínima, pelo menos é a impressão que tenho… Ainda bem que o ano está acabando e vamos ver o que nos reserva até o momento na carteira.

A operação da PETR4 deu terrivelmente errado, não pegou o stop loss e nem o gain, ficou quase lá tanto para baixo quanto para cima, para um cara ansioso isso é a pior coisa para acontecer e se você é assim não opere trades, é sério porque te deixa estressado e começa a fazer contas de quantas operações poderia ter feito vendendo e recomprando, simplesmente horrível essas contas… Só não faça e mantenha a disciplina na estratégia.

Atualmente a Carteira General está alocada conforme o quadro abaixo:

Carteira General Novembro 2014

Comecei a receber diversas perguntas, podem continuar eu gosto muito de falar com vocês, então se quiserem saber algo só enviar a dúvida pelo formulário de Contato!

Nas Ações assumi meu lado Trader, agora estou preso na PETR4 perdendo várias oportunidades e pelo jeito o stop loss está logo ali.

A VIVT3 teve uma boa disparada e acabou se tornando a ação com maior participação na carteira, analisando os relatórios me parece tudo certo e nada anormal que justifique, estou acreditando que se trata apenas de uma ótima empresa sendo valorizada porque seus planos não são impossíveis, as metas são atingidas, é a melhor das piores (sinais de celulares em geral estão péssimos) e adquiriu a GVT que possui força nas cidades do interior e grandes clientes empresariais.

O trade na QGEP3 se provou acertado, compra a R$ 7,75 e venda em R$ 9,29, não recomendo a operação, apenas estou registrando aqui e devo advertir que estou negativo no ano em operações swing trade (compra e venda em dias diferentes), por isso realmente eu não acerto sempre, na verdade estou só começando com os trades, gosto mesmo é de analisar balanços e de análise fundamentalista, mas estou vendo algumas possibilidades nestes meses voláteis.

Recebi dividendos da GGBR3 este mês, comprei um bombom com eles e comi.

O Tesouro Direto subiu novamente, estou apostando em uma Selic de 12% ainda este ano e parece que o mercado está apostando ainda maior do que eu, dizem em 12,5%. Sem dúvidas os aumentos vão ser necessários porque a inflação está sem controle e o povo continua se metendo em dívidas e mais dívidas, isso gera reflexo direto nas taxas que são negociados os títulos do Governo, na minha estratégia nada muda pois só líquido no vencimento e ano que vem um título do tesouro direto sai da carteira e vira dinheiro.

Nos fundos imobiliários tivemos fortes quedas, um ótimo mês pelo menos nisso, comprei os mesmos aluguéis e prédios por um m² muito mais barato, visitei alguns prédios para verificar de perto suas estruturas, localização, transporte e fiquei impressionado, tirei fotos e enviei para o Tetzner para quem frequenta lá basta dar uma olhada no fórum VIP, sempre que posso envio fotos dos prédios que visito ou passo por perto, espero fazer isso com mais frequência pois viajo muito a trabalho e normalmente passo perto de algum FII.

 

Movimentações da Carteira General em Novembro de 2014

Venda de Ações: QGEP3
Compra de Fundos Imobiliários: BBPO11, FFCI11, SDIL11, KNRI11 e TRXL11

 

Rentabilidade por setor da Carteira General

Ações: -1,63%

Fundos Imobiliários: -4,38%

Tesouro Direto: +2,44%

 

Resumo do fechamento Novembro de 2014

Dividendos: +0,49%

Corretagens/Impostos: -0,06%

 

Rentabilidade do mês: -2,53%