No mês de junho o mercado foi bem tenso, no início uma subida para liquidarem alguns ativos e em seguida quedas e mais quedas acentuadas. A alocação dos ativos na carteira General está da seguinte forma: Ações 40%, Fundos imobiliários 30%, Tesouro Direto 20%, o restante está líquido cerca de 10% do valor da carteira.

A carteira General teve uma forte queda e mesmo assim ficou  acima do Ibovespa que teve rentabilidade negativa no mês de junho de -11,31%. Neste mês os dividendos das ações e os aluguéis dos fundos imobiliários foram bem acima dos gastos com corretagens e impostos,  tive mais gastos do que gostaria porque realizei algumas compras por causa dos descontos proporcionados pela queda do mês.

Alocação Ativos junho 2013

Operações da Carteira General no mês de Junho

  • Venda de Ações: KEPL3 (totalmente liquidado)
  • Venda de Fundos imobiliários: XTED11 (totalmente liquidado)
  • Compra de Ações: BBAS3, VIGR3, TEMP3 e VIVT3
  • Compra de Fundos imobiliários: AEFI11

 

Diversificação da Carteira General por setores

Alocação Setor junho 2013

Esse mês fiz várias movimentações e até mais do que gostaria, a corretora deve ter ficado contente… Liquidei totalmente as ações que tinha da KEPL3 com lucro de 41,96% e aumentei posição nas ações  BBAS3, TEMP3, VIGR3 e VIVT3, não deixei as promoções passarem só que não peguei nos menores valores infelizmente. Na rentabilidade deste setor a ação com maior prejuízo foi novamente BRPR3 com rentabilidade negativa acumulada de -23,65% e a ação que teve a melhor performance foi a RDNI3 com rentabilidade acumulada de 9,54%.

Os títulos do Tesouro Direto tem caído bastante, principalmente porque dois deles pagam cupom agora em Julho e isso foi descontado do valor do título, não realizei compra ou venda neste setor e nem devo realizar mais compras até o provável ajuste na Selic que deve ocorrer no segundo semestre.

No setor dos fundos imobiliários liquidei o  XTED11 por conta da péssima administração que não conseguiu comprar o imóvel da Itambé e por isso os cotistas votaram pela devolução do valor que seria destinado ao imóvel, isso fará com que a rentabilidade do fundo diminua consideravelmente e também prefiro não ter meu dinheiro administrado por pessoas tão incapacitadas. Com o dinheiro aumentei posição em AEFI11 que considero dentro os fundos imobiliários uma opção mais segura e que ainda é possível obter uma boa rentabilidade.

 

Gráficos por ativos da Carteira General

 

Ações junho 2013 Fundos imobiliários junho 2013 Tesouro Direto junho 2013

 

As compras ou vendas que descrevo aqui na Carteira General não devem ser copiadas, cada investidor possui um perfil e estilo próprio, minhas escolhas podem não ser as melhores para o seu perfil. Não sou um profissional do mercado de valores, apenas um investidor que está iniciando esta jornada com vocês em busca da independência financeira.

 

Resumindo a Carteira General de Junho

Dividendos das Ações, Aluguéis dos Fundos imobiliários e Cupons do Tesouro Direto : +0,44%

Despesas com corretagens e impostos: -0,17%

Rentabilidade no Mês: -4,52%

 

Obs.: O Ranking de Rentabilidade será postado na data de 05 de Julho de 2013 e gostaria que atualizassem até lá seus blogs ou enviassem por e-mail a rentabilidade do mês.