Autor: General Investidor

Como formo minha Carteira de Ações

Quero escrever um pouco sobre como formei minha carteira de ações e fazer uma comparação com as Ações e os Fundos Imobiliários, o perfil que vou abordar neste artigo será apenas o de Buy & Hold, investidores que se definem como fundamentalistas de longo prazo, ou seja, verificam alguns indicativos das empresas, compram e seguram para prazos acima de 5 ou 10 anos esperando uma valorização acentuada para realizar lucros ou mesmo nunca realizar lucros apenas com o objetivo de receber dividendos e juros sobre capital próprio. O que analiso para a Carteira de Ações? Para se adquirir uma Ação existem muitos aspectos...

Leia Mais

Mulheres mais ricas do Brasil em 2016

Como faço todos os anos, recolhi os dados para criar a lista das mulheres mais ricas do Brasil em 2016, segundo o ranking da Forbes e tivemos várias mudanças dessa vez que me surpreenderam. Será que foram positivas ou negativas? Depois de crises econômicas e políticas, veja como ficou esse ranking das mulheres mais ricas do Brasil no ano de 2016.   Mulheres mais ricas do Brasil em 2016 1ª Rossana Camargo de Arruda Botelho Segundo a Forbes, Rossana Camargo de Arruda Botelho é atualmente a mulher mais rica do Brasil. Fortuna estimada: US$ 1.9 Bilhões Origem: Construção Uma das três...

Leia Mais

Curso de Educação Financeira

Faz algum tempo que não atualizo para você a minha vida por aqui, então vou informá-lo do que ando fazendo desde o ano passado e o motivo dos meus artigos terem diminuído em frequência aqui no General Investidor. No começo do ano passado, 2015, iniciei um processo de coaching para mudança de carreira que durou o resto do ano e com isso modifiquei minha forma de pensar sobre o rumo do meu emprego e dos meus objetivos de longo prazo. Como investidor costumamos pensar no longuíssimo prazo e raramente paramos para reavaliar o presente, o coaching que realizei conseguiu...

Leia Mais

Introdução a Análise de Ações

Quando um investidor procura saber o valor de suas ações baseado em fundamentos, poderá tomar decisões mais acertadas de quais ações comprar e vender. Sem um valor fundamental, um investidor fica a deriva na maré aleatória de preços do curto-prazo e, consequentemente, de sentimentos ruins. As instituições financeiras têm dito que a “valuation” deve ser efetuada apenas por “pessoal especializado”. Supostamente, apenas os analistas das corretoras, que estão operando no lado da venda, possuem experiência e habilidades necessárias para comprar e vender num mercado confuso e fazer previsões sobre preços futuros. A “valuation” não é uma ciência obscura, que...

Leia Mais